Superfície

Não nas margens,  nem
na superfície, tampouco
à beira do caminho...
Me chamas ao profundo, a um
total abandono, a adentar nos
Teus insondáveis mistérios e
deles ser participante...
Avante! Além daqui...
Além de onde um dia eu
possa imaginar ir...
Além das margens,
além das fronteiras...
Conduzido não pelas minhas
próprias forças, mas por Teu
Espírito Santo...
Em cada passo, em cada canto,
encontrar-Te e relevar Tua presença...
Ir além, mais longe, mais fundo...
Preciso hoje romper com as margens
e sair da superfície.

Postagens mais visitadas