quinta-feira, 9 de março de 2017

Mesmo sem entender... (09.03.17)

Neste tempo onde pouco ou quase nada
consigo compreender, recebo de Ti o convite
para que eu revista meu coração de esperança...
Dirijo então a minha súplica ao Pai:
Ensina-me, óh Deus, a confiar sem reservas
Naquele um dia escolheu-me e confiou-me
tão grandiosa missão de fazer-me instrumento
para que sejam restauradas vidas...
Não vejo em mim talentos, nem forças próprias
que julgue serem dignas de tal feito...
Mas, hoje desejo aprender a confiar sem medidas
e a não desesperar-me diante do "silêncio" de Deus...
Suplico a força do Espírito Santo, para que eu viva
com passividade sincera esta espera pelo novo que há
de vir e abrasar novamente meu coração...
Até que o mar silencie e as ondas sejam submetidas
Àquele que delas é Senhor, permaneço aqui!
Fico a suplicar que seja sempre renovada a minha
esperança...
Permaneço, mesmo sem compreender...
Eu espero em Ti, confio em Tua palavra!