Escombros (20.02.17)

O que existe por trás do
muro da indiferença e do
orgulho?
Quanto esforço é necessário
para derrubá-lo e depois de
desfeito para limpar os
escombros?
Parecem tolas as barreiras
que erguem-se pelo fechamento
em si mesmo...
Parecem vãos os esforços de
resistir à graça sempre operante
de Deus...
Cansaço desnecessário lutar para
mudar o que é irrevogável, luta
nada sadia que fere e machuca...
Do que é feito esse concreto que
limita, reduz a amplitude do olhar?
Não pareço enxergar que logo à
frente está o querer de Deus...
Basta que eu deixe ser desfeito o
muro e que dele só reste os escombros,
que com o tempo e o esforço serão
retirados...

Postagens mais visitadas