Ser mar com Deus (19.04.16)

Ora calmas, ora revoltas
são as ondas que inundam
meu interior.

São sim de amor e bondade,
mas nem sempre brandas,
mansas.

Fortes ventos me agitam e
me levam a crer que sem
Jesus não posso acalmar
as minhas tempestades.

Manso e humilde, de coração
misericordioso e todo entregue
ao Pai, docilmente Ele me
ensina que Deus é o mar.

O mar ao qual submeto
minha ondas, minha vontade!
E ao assim fazer, meu desejo
deve ser um só: fazer-me mar
com Deus.

Postagens mais visitadas