sexta-feira, 30 de outubro de 2015

Pródigo (30.10.15)

Eu pródigo, esperava
no regresso condenação
e tão somente acolhida
e misericórdia de meu Pai
encontrei.

Regressei e adentei a
festa, o banquete posto
é contrário ao meu
merecimento.

Fiquei constrangido com
tamanho amor e aprendi
que assim também devo
amar.

Ao que se perdeu ajudar a
se reencontrar, ao caído
levantar e nos braços do
Pai me abandonar.

Sugestão de leitura bíblica:
Lc 15, 11-32.