quinta-feira, 15 de outubro de 2015

Louvor e Misericórdia (13.10.15)

Quando tempo perdi olhando
somente para mim, preso ao
meu egoísmo...

Embora perdido, não desprezo
este tempo que tenho para mim
como tempo de construção e
busca pela temperança.

Deste tempo ainda tenho a firme
lembrança dos erros já perdoados,
as consequências dos bons e maus
atos.

Tirei dali grande aprendizado e
impulso de constância.
Percebi que amadureci muito
dentro de mim...

Entoei cantos de ação
de graças, minha língua
se desprendeu do palato,
meu louvor subiu tal qual
incenso e tocou o Teu
coração.

Hoje deixo o convite:
Vem aqui, dentro de mim,
entoar hinos de louvor e
misericórdia.