O maior tesouro (17.08.15)

De que vale aqui
ter tesouros
passageiros e não
poder gozar da
eternidade ao teu
lado?

De que vale muito
ganhar e ter-Te de
mim roubado?

Dos muitos tesouros
que tive que deixar,
nenhum se equivalia
a Ti, nada eu perdi
e recebo ainda ao
longo da vida,
o cêntuplo.

Foi esta a sua
promessa que me
encorajou a dar
um sim definitivo
e deixar tudo
para seguir-Te.

Meu olhar para Ti
se voltou, e minhas
trevas foram feitas
luz.

Deixei não só os
barcos, vendi o
campo e meus bens
mais preciosos,
para ter-Te como
o meu maior tesouro.

Sugestão de Leitura Bíblica: 
Mt 16, 19-21; 13, 16-22; 19, 16-22.

Postagens mais visitadas