Nada terei (29.08.15)

Nada terei quando
tudo eu quiser ter,
enquanto tudo não
estiver submetido
à Tua vontade.

Não pode ser maior
a minha vaidade,
não posso esquecer-me
de que tudo o que faço
é por Ti, para Ti e em Ti.

Sozinho nada posso fazer,
nada consigo perder,
tenho tudo para mim e
nada tenho além de mim
mesmo.

Conforme submeto meus
planos e tudo a Ti entrego,
vão se ausentando de mim
as desordens e desequilíbrios.

Preciso caminhar,
tudo perder e enfim
poderei dizer que tudo
tenho.

Quando nada eu tiver,
tudo terei, a minha alma
estará saciada, será o meu
tudo a Tua presença.

Postagens mais visitadas