Forte (15.07.15)

Sinto-me protegido,
guardado dos devaneios
das ondas, por mais que
sejam fortes as tempestades,
sinto-me seguro em
Teu coração.

Por mais que eu não
enxergue o fim, tenho
a segurança para caminhar
hoje, para dar passos
decididos em Tua direção.

No caminho vejo setas,
tracejados que apontam
a direção.
Tenho medo do furor
da ira do inimigo e de
cair, pois julgo não saber
nadar.

De fato não sei porque
temo, pois nas tempestades
que enfrento ouço a Tua voz
que silencia o mar e acalma
o vento. Seguro abrigo é
estar Contigo, refugiado
em Teu coração.

Postagens mais visitadas