O Cordeiro de Deus (13.05.15)

Desejo fazer-Te conhecido
no mundo inteiro,
ser luz das nações
e levar-Te até os confins.
Sou eu pequeno diante
de tamanha grandeza
Aos poucos vou crescendo,
amadurecendo e tendo-Te
como minha fortaleza,
meu Sumo Bem,
minha maior riqueza.
Sou eu escravo do Teu amor,
prisioneiro do Teu Reino.
Sou eu, temoroso, inseguro,
mas ainda sim, em Ti acorrentado.
Teu Amor me conquistou
e aos poucos vou me
tornando todo Teu.
Minha alma se move ao encontro
da Tua, tal como a Noiva,
Tua Igreja, se faz esposa no Altar.
És o cordeiro de Deus,
imolado por mim.
Quero eu, ser todo Teu,
ir até o fim, imolar-me por Ti.

Postagens mais visitadas