Fogo Abrasador (01.04.15)

Fui devorado por um imenso 
fogo abrasador, tomado por um 
profundo zelo, que me fizeram 
suportar os ultrajes.

Tomei um grande amor 
pelo sofrimento, uni-me a Ti, 
fazendo da minha com a Tua, 
uma só alma; senti-me cheio de 
um novo ardor.

Ninguém de mim teve compaixão.
Nem por isso deixei de louvar-Te.
Ao contrário, exultei de alegria.
Meu coração reviveu, não morri. 

Senti-me, mesmo em meio aos ultrajes, 
tomado por um profundo zelo, 
envolto por um fogo que me devorou;
um fogo abrasador.  

Postagens mais visitadas