Marta e Maria (06.02.15)

Tal como Marta,
inquieto-me com o peso
das responsabilidades do
serviço a ser feito.

Sei que sou eleito e canal
pelo qual o Senhor irá
restaurar.
Serei cano entupido, beco
sem saída, inferno e profundo
abismo se o meu serviço não
for oração.

Serei lacuna que nada preenche,
tijolo que nada edifica, fogo que
não abrasa.
Terá uma bela vista,
mas estará suja por dentro a casa.

Estarei preocupado em limpá-la,
em organizar a desordem e não
terei tempo para estar Contigo.

Aqui está o perigo: se não é por
Ti, por quem faço?
Me pegará o laço, logo virá o
cansaço. Me ferirá a lança e
do propósito de serviço só terei
a lembrança.

Está errada Marta, está correta
Maria?
Foi acolhedora Marta,
foi acolhida Maria.
Está correta Marta,
está errada Maria?

Importa ante Jesus
a casa limpa, importa
também uma oferta
de vida.

Inquietam-me muitas coisas,
mas uma só é necessária:
escolher a melhor parte.
Está errada Marta,
está correta Maria?

Postagens mais visitadas