A primeira dor de Maria (21.01.15)

"E uma espada traspassará a tua própria alma." (Lc 2, 35).

Eis que uma espada a sua alma
há de transpassar,
será ferida de dor.

O menino há de crescer e ser
causa de contradição e divisão.
Hoje apresenta-se ao templo o
que da Cruz fará leito.

Passava o tempo
e Maria tudo conservava
em seu coração, com certeza
se lembrava das palavras
do velho Simeão.

Contemplava com seus
olhos tudo que havia feito Jesus, 
passava o tempo e se aproximava
a hora.

O velho partiu,  Jesus cresceu, 
aprendeu o ofício de seu pai José.
Trabalhou, estudou, meditou, 
assumiu sua humanidade.

Inquietou a sinceridade
e as palavras do velho,
Maria continuou seu caminho
de espera, há de se cumprir
a profecia, esta é a primeira
das sete dores de Maria. 

Postagens mais visitadas