terça-feira, 26 de novembro de 2013

Pedaços

Carrego comigo pedaços,
Do Cristo que também está em ti
Sozinho sou apenas pedaços 
Em unidade, na diversidade,
Sou Corpo, sou Igreja
Sou então aquele que carrega e parte em busca
Carrego pedaços e necessito do que está em ti
Sou extremamente restrito e limitado
Na verdade nada sou, porque Deus tudo é!
É Ele o Dono do Amor que se mutila
Que me faz depender do outro
Louvo a Ele por isso
Sozinho sou egoísta, frio,

Cheio de mim e vazio d'Ele
Bendito Amor que se desdobra em pedaços
Árdua e gloriosa escolha Tua por mim
Pecador, fraco e sedento
Sedutora Cruz que me une ao Teu sofrimento 

E também ao do outro
Sofro junto, preciso aprender deste Amor
Vou também distribuindo pedaços de mim
Recebendo o do outro e completando o corpo
Contigo partilho a minha Cruz, meus pedaços!