Escondido

Quando em meio às minhas trevas me perco
Fico de Ti escondido
O pecado me deforma
Tira de mim a forma original
Nesta hora percebo-Te também escondido
No verde das florestas, no voo do pássaro
No mar que parece não ter fim
Seu amor se humilha para me alcançar novamente
Sem perceber a Tua luz ganha espaço
Toma de volta o que é Teu e afasta de mim as trevas
Meu coração retoma a alegria
Tenho a certeza da pertença e dos teus cuidados
Parece loucura,
Um Deus tão grande escondido para alcançar o pecador
Quando cego,
Lavas meus olhos
Quando surdo,
Falas cada vez mais alto até que eu ouça
Quando de Ti perdido,
Humilha-Te à minha condição
Se faz por amor também escondido.

Postagens mais visitadas